.

.

terça-feira, 3 de abril de 2018

Deputados prestigiam posse coletiva de novos secretários e diretores do Estado


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB) prestigiou, nesta segunda-feira (2), acompanhado de vários colegas de plenário, a posse coletiva dos novos secretários e diretores de órgãos, sob a coordenação do governador Flávio Dino (PCdoB). O evento ocorreu no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, no bairro Cohafuma, com a presença de autoridades, políticos e convidados.

 Ao avaliar a posse dos novos titulares, Othelino Neto disse que a substituição é natural, por conta do desejo de vários de serem candidatos a deputado estadual ou federal. “Aqueles que serão candidatos decidiram se desincompatibilizar e isto permitiu a posse dos adjuntos, dando sequência a um trabalho que já vinha sendo desenvolvido. Que aqueles que decidam encarar as urnas tenham sucesso e que os novos desempenhem com competência e dedicação suas funções”, afirmou.

Othelino, que integrou a Mesa de Trabalho, representando os demais deputados, afirmou que compete ao governador fazer as escolhas. “Imagino que esta decisão seja no sentido de que o trabalho que vinha sendo desenvolvido tenha continuidade, e para que não haja uma mudança de rota num momento em que o governador entra para seu quarto ano de mandato, fazendo um governo de mudança”, complementou.

 Mais deputados

Vários outros deputados estaduais prestigiaram a posse coletiva dos novos secretários e diretores de órgãos: Glalbert Cutrim (PDT), Raimundo Cutrim (PCdoB), Março Aurélio (PCdoB), Hemetério Weba (PV), Fábio Macedo (PDT), Ana do Gás (PCdoB), Levi Pontes (PCdoB), Luciano Leitoa (PSB), Valéria Macedo (PDT) e Francisca Primo (PCdoB). Todos destacaram a decisão do governador em empossar técnicos que estavam atuando como adjuntos, para “dar seguimento ao trabalho que está dando certo”.

Estavam presentes também os deputados federais: Eliziane Gama (PPS), Weverton Rocha (PDT), Waldir Maranhão e Rubens Pereira Júnior (PCdoB); o presidente da Famem, Tema Cunha; o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior; e o presidente da Câmara Municipal de São Luís, Astro de Ogum, além do vice-governador Carlos Brandão (PRB) e Luiz Gonzaga Martins, procurador geral de Justiça do Estado. 
 
Minuto de silêncio

Antes de discursar, Flávio Dino pediu um minuto de silêncio, em memória dos três médicos e do policial civil mortos no acidente de helicóptero no domingo (1º), em Rosário, todos servidores públicos.

“Queremos proclamar as virtudes e erros desse governo, mas quero destacar uma dessas virtudes: não temos medo de errar. Sabemos que não somos perfeitos e temos a humildade de voltar atrás e corrigir.  Por isso, temos acertado muito, porque estamos juntos. Não fazemos o governo perfeito, não acertamos sempre, mas graças a Deus, é o melhor governo do país, reconhecido em todos os lugares”, destacou.

 Os candidatos

Um dos gestores que deixou o cargo para concorrer nas eleições de 2018 foi o secretário de Comunicação e Articulação Política (Secap) Márcio Jerry, que disputará a cadeira de deputado federal e deu lugar a Ednaldo Neves, que estava à frente da Secretaria Adjunta de Articulação Política. Outros novos dez secretários e diretores foram empossados: Loroana Coutinho de Santana, na Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (AGERP); Júlio César Mendonça Corrêa, na Secretaria de Agricultura Familiar (SAF); Rodrigo Pires Ferreira Lago, que acumula o comando da Secretaria de Transparência e Controle (STC) e Casa Civil – antes comandada por Marcelo Tavares, que agora concorrerá a uma vaga como deputado estadual.

Tentarão também vagas na Assembleia Legislativa: Duarte Júnior, que cedeu lugar na presidência do VIVA/Procon para Karen Barros; Neto Evangelista, substituído por Francisco de Oliveira Júnior à frente da Sedes; Simplício Araújo, que concorre para deputado federal e deixou na Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (Seinc) Expedito Rodrigues Silva Júnior; Silvio Conceição Pinheiro, que assumiu a Secretaria de Estado do Trabalho e Renda Solidária (Setres), substituindo Julião Amim, que vai em busca da renovação do mandato de deputado federal.

Na Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima) foi empossado José Edjahilson Bezerra de Souza, no lugar de Márcio Honaiser, que disputa vaga na Assembleia; Lívio Jonas Mendonça Correa na Agência Metropolitana do Estado do Maranhão (Agem), substituindo Pedro Lucas Fernandes, que buscará vaga para deputado federal; e Luís Carlos Oliveira Silva, que assumiu o comando da  Comissão Central de Licitação (CCL) no lugar do ex-gestor, Odair José, que tentará vaga na Assembleia Legislativa.

O ex-titular da Casa Civil, ex-deputado Marcelo Tavares (PSB), falou em nome dos que deixaram o governo e Rodrigo Lago, pelos que chegavam. Rodrigo Lago ficou emocionado, pois dez anos depois, veio a ser empossado no mesmo cargo que o pai, o ex-deputado estadual Aderson Lago. Ele estava presente com a mulher e filhos de Rodrigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário