.

.

terça-feira, 12 de maio de 2020

Márcio Jerry diz que decreto sobre academias e salões de beleza desmoraliza Bolsonaro

A inclusão pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de academias de ginástica, salões de beleza e barbearias na lista de atividades essenciais durante a pandemia de coronavírus foi alvo de críticas do deputado federal Márcio Jerry, vice-líder do PCdoB na Câmara.

“O novo decreto pró-coronavírus de Bolsonaro o desmoraliza ainda mais. Ignora entendimento do Supremo Tribunal Federal, agride o bom senso e não será acatado por governadores e prefeitos responsáveis”, disse o parlamentar.

Em meados de abril o STF decidiu que o governo federal deve coordenar as diretrizes de isolamento a serem seguidas em todo o país, mas que não tem poder para retirar a autonomia dos estados e municípios na gestão local. Ou seja, a palavra final sobre a liberação destas atividades é dos governantes locais.

Diante desta situação diversos governadores, como Flávio Dino (PCdoB), Wilson Witzel (PSC) e João Dória (PSDB), já se anteciparam dizendo que vão ignorar a medida presidencial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário